Categorias: Serviço

PGR – Programa de Gerenciamento de Riscos

Um programa, no âmbito da Saúde e Segurança do Trabalho, é definido como uma ferramenta legal que compreende medidas educativas, preventivas e de conscientização. Essas medidas têm por objetivo a diminuição e/ou eliminação de possíveis riscos.

O Programa de Gerenciamento de Risco, mais comumente conhecido como PGR, consiste em um documento responsável pela definição das diretrizes do sistema de gestão das empresas, bem como o planejamento das ações preventivas. Ainda, é responsável pela prevenção e gerenciamento dos riscos que podem ocorrer no ambiente de trabalho e que podem ser prejudiciais a vida dos funcionários, ao espaço e ao meio ambiente. Esses riscos podem ser classificados como: físicos, químicos, biológicos, ergonômicos ou de acidentes.

A partir da aprovação do texto normativo de GRO (Gerenciamento de Riscos Ocupacionais) pela Comissão Tripartite Paritária Permanente (CTPP), passa a ser exigido o desenvolvimento de um PGR. A partir da nova redação da NR-01 (Portaria SEPRT n.º 6.730/20), torna-se responsabilidade da empresa a elaboração do PGR, devendo essa identificar os riscos, classificá-los, avalia-los, acompanha-los e controla-los. O mesmo pode ser implementado em unidades operacionais, setores ou atividades, contendo o inventário de riscos e plano de ação, que devem ser atualizados periodicamente.

O novo texto traz as seguintes etapas no processo de gerenciamento de riscos do PGR:

  • evitar os riscos ocupacionais que possam ser originados no trabalho;
  • identificar os perigos e possíveis lesões ou agravos à saúde;
  • avaliar os riscos ocupacionais indicando o nível de risco;
  • classificar os riscos ocupacionais para determinar a necessidade de adoção de medidas de prevenção;
  • implementar medidas de prevenção, de acordo com a classificação de risco e na ordem de prioridade estabelecida na alínea “g” do subitem 1.4.1; e
  • acompanhar o controle dos riscos ocupacionais.

Com as novas alterações nos textos das Normas, o PGR deixou de possuir somente características especificas da mineração (NR-22), para se tornar uma ferramenta que engloba todas as áreas. Já na NR-18, o Programa substituiu o Programa de Condições de Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (PCMAT), tornando responsabilidade das construtoras o gerenciamento do mesmo. Ainda, as etapas previstas para o PGR se assemelham às do Programa de Prevenção de Riscos de Acidentes (PPRA), mas se distinguem uma vez que o primeiro reúne todos os tipos de riscos e o segundo, somente os ambientais.

Ademais, nota-se que o PGR surge como maneira de unificar a gestão da SST, centralizando todas as ações envolvidas nas etapas de prevenção e de gerenciamento dos riscos advindos do ambiente de trabalho.

Últimos Conteúdos

O que é o GNRx e por que usar

Os softwares de gestão integrada (ERP) se tornaram a base de gerenciamento dos negócios das organizações. Através da integração de…

19 de fevereiro de 2021 11:07

Treinamento e Capacitação a Distância em SST

Os paradigmas de que o treinamento presencial era a forma mais eficaz para se capacitar e qualificar os trabalhadores já…

2 de fevereiro de 2021 14:00

Lixadeira e Esmerilhadeira – Riscos na Operação

Em canteiros de obras, oficinas, marcenarias e serralherias é comum observarmos trabalhadores utilizando lixadeiras ou esmerilhadeiras no desbaste de peças,…

23 de janeiro de 2021 17:34

Serviços no campo e os acidentes de trabalho

Embora não se verifiquem dados estatísticos específicos sobre o tema, é frequente a divulgação de acidentes do trabalho, alguns fatais,…

6 de janeiro de 2021 16:26

Deslizamento de terra e a segurança ocupacional

O fenômeno do deslizamento de terra é muito associado às áreas urbanas, especialmente regiões de morros e encostas, em que…

21 de dezembro de 2020 19:41

Nova redação da NR18 – O que mudou?

A Norma Regulamentadora 18 estabelece diretrizes de ordem administrativa, de planejamento e de organização para a implementação de medidas de…

1 de novembro de 2020 15:46